segunda-feira, março 19

Relativamente ao Dia do Pai


Um dia pediste-me para, quando me sentisse preparada, dizer-te o que achava de ti. Aqui vai:

Há algumas semanas tivemos uma conversa no carro. Não sei se te recordas, mas estava a dizer o quão engraçado achava a evolução da visão que de ti tinha.
Começaste como o PAI, a autoridade, o homem a respeitar e amar. Desde pequena que tinha a certeza que nunca me abandonarias, que estarias sempre ao meu lado, fosse para elogiar ou corrigir.
Conforme fui crescendo a ideia de "Pai" foi sofrendo alterações, uma vez que a ideia de Pessoa se foi instalando. Com novos olhos, observava as tuas reacções e analisava-as, ora concordando, ora não percebendo certas atitudes. 
Houve vezes, sim,  em que a minha infantilidade e inexperiência  se sobrepôs  a esta visão evolutiva, e voltava tudo para trás. Mas, novamente, o tempo tudo dita, bem como o que se vive nele.
Hoje posso dizer que te vejo como pai, pessoa, mas principalmente como amigo.
Vejo, reconheço e aprecio a tua bondade e gentileza. Apercebo-me de certas fraquezas, que te tornam humano e indivíduo. 
Mudaste muito  desde que te conheci. Ainda não sei dizer se foste tu que mudaste, se fui eu que mudei a maneira de olhar para ti, ou se foram estes dois em conjunto. Só sei que te amo pai, e como te amo! Cada dia mais, porque a cada dia descubro um novo pormenor que nunca antes havia reparado, seja ele um trejeito teu ou toda uma faceta da tua personalidade que me tinha escapado. 
E com isto, cada vez mais quero ser como tu, Pai. Lutaste. Desde pequeno, criança, até hoje adulto. A tua vida resume-se a isso mesmo: luta. Uma luta com olhos postos no MELHOR. Em tudo ambicionas o melhor, e em tudo, a meus olhos, o atinges. 
Se há uma coisa que me fique marcada, que me salte à memória sempre que penso em ti é seguir os nossos sonhos. Mesmo que só os descubramos mais tarde na vida. 
Quero, finalmente, agradecer-te por nunca me abandonares, por seres carinhoso, atento e presente. Especialmente por estares sempre presente e preocupado,  a corrigir ou a indicar uma melhor solução do que a por mim escolhida.
Sinto que hei-de ser uma grande mulher, pois tenho um grande homem como exemplo.

Feliz dia do Pai.

Sem comentários:

Enviar um comentário