sexta-feira, setembro 10

Cara ou Coroa?

As moedas são simples, constantes, imutáveis. Têm uma cara e uma coroa. Só. 
Não são em NADA como as pessoas. 
As pessoas podem ter tantas caras quantas quiserem. 
Podem ser hipócritas e acusarem os outros daquilo que elas próprias fazem mas não o vêem. 
Podem ser rudes e mandar bocas que tocam naquele ponto fraco da outra pessoa.
Podem ser sarcásticas e usar uma das suas várias caras para embaraçar o outro.
Podem fazer trinta por uma linha para ver o seu semelhante lá em baixo, bem no fundo do poço, sem forças para voltar a subir.

Tudo isto apenas com o uso da palavra e consequente manipulação de sentimentos.

Já me acusaram de muita coisa, mas dizerem que eu sou falsa… Dizerem que eu à frente de uns comporto-me de uma certa forma e de outros de outra… Que eu tenho uma cara para cada um.. Que à tua frente digo uma coisa e à frente dele digo outra… Isso foi o pior. Uma acusação destas vinda de quem veio atingiu-me. Mesmo em cheio.

Nos olhos de quem eu antes via ternura e amor, agora vejo desdém e desilusão.
Assim não aguento.

Cara ou coroa? 
Eu escolho cara, a única que tenho.


*Bea

Sem comentários:

Enviar um comentário