quarta-feira, março 9



Depois há aquelas pessoas que nos fazem tremendamente felizes. E as que mesmo estando distantes, quando regressam para perto de nós, é como se o tempo entre a ida delas e a vinda, não tivesse existido. E as que nos fazem rir sem limites. E as que nos fazem esquecer (literalmente) as amarguras da vida.
Obrigada por tudo.


*Bea

2 comentários: