segunda-feira, setembro 19

Da desilusão


Há quem não tenha a mínima noção do poder das palavras. E por ser quem são, até dói mais.
Fico fula, triste, irada, fora de mim, e até um pouco envergonhada por eles.
Ultrapassa-me a falta de tacto, a incapacidade de atenção, de sensibilidade. É demais.

Para a idade que tens, já devias saber o que dizer e o que manter para ti, ficando envergonhado de tal pensamento ter, sequer, sido criado.

Não digo mais nada, já falei demais. Para bom entendedor, meia palavra basta, mas tendo em conta que de bom entendedor nada tens, ficou mais explícito.

1 comentário:

  1. O Anonimo que tu sabes quem é.27/09/2011, 18:57:00

    "Para bom entendedor meia palavra basta" Toda a razão. Há quem nao entenda isso mesmo, o poder das palavras, que apesar de serem fortes, por serem ditas por quem são têm significado diferente. Porque há quem se preocupe com certas atitudes dos seus amigos que não querem ver a sua vida a andar para trás, mas sim para a frente, daí fazerem um comentário que se calhar a outra pessoa nao gosta tanto de ouvir.

    Amigo, é aquele que te diz na cara o que acha.
    Amigo, é aquele que se preocupa contigo.
    Amigo, é aquele que te avisa: Cuidado com o que estás a fazer.

    Neste caso, eu apenas te avisei, nao com o intuito de te deitar abaixo, e peço desculpa por isso, porque se calhar foi o que fiz, mas para que não estragues o teu futuro.
    E podes pensar que esse pequeno acto nao faz nada, mas repetidamente, faz bastante mal. E porquê voltar a fazê-lo?

    Aposto que quem te ama mais, concorda PLENAMENTE comigo. Vale a aposta? ;)

    ResponderEliminar