quarta-feira, maio 4

Vês esta nota?



Quanto é que ela vale?

Certo, agora diz-me: 
Se eu a dobrar ao meio... quanto é que vale?
E se a amachucar?
Se a atirar ao chão e pisar?
E se lhe mandar com terra para cima?
E se eu abrir um buraco e a enterrar naquela terra suja imunda?

Continua a valer 100€, não continua?

Sabes que a vida é como tudo isto...
Vão ser várias as vezes em que te vão amachucar, pisar, vais cair e lá no chão, ninguém te vai dar a mão. Não, vão mandar com terra para cima, vão fazer com que de lá não saias.. Vão te deixar no buraco onde caíste e vão ajudar no enterro.
Vais ficar mal, vais tentar desistir, mas ouve por favor, ouve-ME! Por muito que passes, por muito que passaste ou ainda vais passar, NUNCA TE ESQUEÇAS DO TEU VALOR! És único, imprescindível e insubstituível. 

Já a semente, ela aproveita esta situação. 
Como é que da semente nasce um carvalho majestoso? 
A semente é atirada para um buraco, é coberta com terra e estrume, ninguém a vai puxar. A semente abre-se e começa a crescer a planta.. Ela sobe, ultrapassando a terra e chegando à superfície. A partir daí tudo o que a planta faz é continuar a crescer até dar frutos. Esses frutos caem, aterram no chão imundo... Mas o ciclo recomeça.

Tal como a semente, usa todas as adversidades como motivações, como etapas a ultrapassar, e olha para cima. 

Nunca te esqueças que tens valor, és valioso. Para mim, para a tua mãe, para o teu pai, para a tua família, para o teu namorado ou namorada, para os teus amigos, para os teus inimigos (o que fariam eles da vida se não existisses!), para o teu gato, para o peixe, para a relva, para tanta gente!

Nunca te esqueças disto. És valioso. Mereces estar aqui. Tens uma razão para estar aqui.
Descobre-a, abraça-a, alcança-a!

Vive.

*Bea

(inspirado na palestra de Daniel Godri)

Sem comentários:

Enviar um comentário